Segunda-feira, 5 de Abril de 2010

Recordando... Jaime Cortesão... Poeta do Séc. XX

ELOGIO ÀS LÁGRIMAS

 

I

Lágrima é Alma que aflora

E á beira do Céu medita,

Mas que em breve se evapora

Para ser Vida infinita!

 

II

Quanto uma lágrima exprime

– Encanto, Dôr, Alegria –

É o acordar do sublime,

Que dentro d’Alma dormia.

 

III

Os olhos são lábios d’Alma,

Dôr é sêde que devora,

Sêde de água a água acalma;

E por isso a gente chora.

 

Fonte de pranto desfeito

– Água divina a correr –

Vem das entranhas do peito

À flôr dos olhos nascer.

 

Rega a face, corre em fio,

E o seio d’Alma, nascente,

É, depois do ardôr do Estio,

Primavera novamente.

 

IV

Quanto mais Amor me abrazas,

Mais a Alma vai subindo,

Chega aos olhos, solta as asas…:

São as lágrimas caindo.

 

V

Quando em meus braços te escondes

E perguntas se te adoro,

Calo-me. – Então não respondes…? –

E eu ólho p’ra ti e… choro.

 

VI

Almas – raízes sepultas…

Lágrimas – flores despontando…;

Quantas belezas ocultas

Só se conhecem chorando.

 

VII

Olhos que choram de mágoa,

Olham a Deus bem de fito:

Numa simples gôta d’água

Vem reflectir-se o Infinito.

 

VIII

Chorar é partir, de mágoa,

O coração aos pedaços,

Transformá-lo em beijos d’água

E a névoa d’água em abraços.

 

IX

«Já que a Sorte nos aparta

Venho dar-te o coração…»

Chorando inundei a carta…

Vê se éra verdade, ou não…

 

X

São as lágrimas salgadas…

Pudéra que assim não fosse:

Não que depois de choradas

Sente-se a Vida mais dôce.

 

XI

Quando choro o chôro rola

Dos meus olhos baga a baga,

Porque é que alguem me consola,

De quem a mão que me afaga…?!

 

XII

Chorar por mágoas d’Amor

É a divina surpresa

De ter esquecido a Dôr,

A admirar-lhe a grandeza.

 

XIII

Oh! Alma, oceano profundo,

Cheio de tantos escolhos,

Mas desce-te a Dôr ao fundo,

Traz as pérolas aos olhos.

 

XIV

Chorar é rezar aos céus,

Fazer acto de Humildade:

Quem chora acredita em Deus,

Confessa Amor e Bondade!

 

 

S. João do Campo

 

In Revista “A Águia”

N.º 2 – 1.ª Série – Ano I – 15 de Dezembro de 1910

 

Jaime Cortesão 

1884 – 1960

 

 

 

MANTÉM A GRAFIA ORIGINAL

 

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
3 comentários:
De Kátia Antónia a 5 de Abril de 2010 às 14:42


Lágrimas ! a verdadeira amiga de nossas dores e a parceira de nossas alegrias.
Kátia Antónia.
De Katia a 8 de Abril de 2010 às 00:13
Lágrimas... bela poesia... bela expressão de sentimentos... bj ao amigo
De Thefas a 12 de Abril de 2010 às 02:53


Lágrimas! a mais perfeita expressividade de sentimentos! lindo! lindo!
beijos Théfas

Comentar post

.Eu

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Visitas desde Agosto.2008

contador grátis

.Ano XIII

.posts recentes

. Recordando... Políbio Gom...

. Recordando... Sandra Augu...

. Recordando... Teresa Balt...

. Recordando... Vítor Nogue...

. Recordando... Diana Guerr...

. Recordando... Dom Dinis

. Recordando... Casimiro de...

. Recordando... António Bot...

. Recordando... Cândida Ayr...

. Recordando... Alfredo Bro...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds