Sábado, 8 de Novembro de 2008

Recordando... Poetas naturais do Porto - Portugal (2)... Adolfo Casais Monteiro

PINGAS DE CHUVA

 

Caem,

Gordas, sonoras,

Monótonas pingas de chuva,

- Espaçadas -

E indolentes

Vão marcando uma toada:

Ping pang - ping pang,

As pingas

De chuva do Outono pardo.

Espapaçada

A terra mole absorve

As vagas de chuva densa

Que lenta vai caindo,

Em pingas grossas, sonoras.

E ao cair,

A chuva bate o compasso

Com o som dum contrabasso...

Ping...

Pang...

Ping...

Pang…

 

 

In “Poemas do Tempo Incerto

 

Adolfo Casais Monteiro

1908 – 1972

 

 

sinto-me: Radiante Sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ler comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Recordando... António Sardinha

CHUVA DA TARDE

 

 

Chuva da tarde, – melodia mansa,

desejos vagos de chorar baixinho...

Voltei aos meus caprichos de criança,

- só quero, Amor, saber do teu carinho!

 

Chuva da tarde...

                                   Na poeira ardente

cai um frescor inesperado e calmo.

É um frescor que purifica a gente

- como a leitura mística dum Salmo!

 

Floresçam jasmineiros e açucenas,

- acuda-se à tristeza das raízes!

Que tu, Amor, com tuas mãos pequenas,

as guardes da estiagem e as baptizes!

 

Meu coração doente remoçou-se,

quando o tocaram essas mãos piedosas...

Chuva da tarde, – enfermaria doce,

onde vão convalescer as rosas!

 

Chuva da tarde...

                                   Ao longo das varandas

reza mistérios lentos a noitinha.

Que bem não é sonhar em coisas brandas,

nas tuas brandas asas de andorinha!

 

Deixa que a sombra te emoldure a face,

- eleva no silêncio a tua voz!

O Cântico dos Cânticos renasce,

- diria até que se escreveu p'ra nós!

 

 

António Sardinha

1887 – 1925

 

 

 

sinto-me: Radiante sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ler comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

Recordar Paulo Frazão

CHUVA DE MAIO

 

 

Chuva de Maio,

chuva de lenda,

caindo branda, tão de mansinho,

que mais parece feita de renda,

que mais parece feita de arminho.

Chuva de Maio

chuva de lenda...

 

Chuva de Maio,

que vai caindo

Suavemente – chuva divina –,

ao mesmo tempo que o sol, fulgindo

pelas alturas, tudo ilumina.

Chuva de Maio

que vai caindo...

 

Chuva de Maio,

que faz mais belas

todas as moças – que as faz formosas –,

chuva caindo só para elas,

como um perfume, feito de rosas,

Chuva de Maio,

que as faz mais belas.

 

Paulo Frazão

 

 

 

sinto-me: Radiante sempre...
tags: , ,
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ler comentários (1) | favorito

.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Visitas desde Agosto.2008


contador de visitas gratis

.Ano XI

.Estão neste momento...

.posts recentes

. Recordando... Poetas natu...

. Recordando... António Sar...

. Recordar Paulo Frazão

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds