Segunda-feira, 31 de Outubro de 2011

Recordando... Camilo Pessanha

CAMINHO

 

Tenho sonhos cruéis; n’alma doente
Sinto um vago receio prematuro.
Vou a medo na aresta do futuro,
Embebido em saudades do presente...

 

Saudades desta dor que em vão procuro
Do peito afugentar bem rudemente,
Devendo, ao desmaiar sobre o poente,
Cobrir-me o coração dum véu escuro!

 

Porque a dor, esta falta d’harmonia,
Toda a luz desgrenhada que alumia
As almas doidamente, o céu d’agora,

 

Sem ela o coração é quase nada:
Um sol onde expirasse a madrugada,
Porque é só madrugada quando chora.

 

 

Clepsidra

 

In ”Ler Por Gosto”

Areal Editores

 

Camilo Pessanha

1867 – 1926

 

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Terça-feira, 25 de Outubro de 2011

Recordando... Afonso Lopes Vieira

FORMOSA INÊS

 

Choram ainda a tua morte escura

Aqueles que chorando a memoraram;

As lágrimas choradas não secaram

Nos saudosos campos da ternura.

 

Santa entre as santas pela má ventura,

Rainha, mais que todas que reinaram;

Amada, os teus amores não passaram

E és sempre bela e viva e loira e pura.

 

Ó Linda, sonha aí, posta em sossego

No teu moimento de alva pedra fina,

Como outrora na Fonte do Mondego.

 

Dorme, sombra de graça e de saudade,

Colo de Garça, amor, moça menina,

Bem-amada por toda a Eternidade!

 

 

(Ilhas de Bruma)

 

In “Antologia Poética de Inês de Castro”

Org. Maria Leonor Machado de Sousa

ACD Editores – Coimbra

 

Afonso Lopes Vieira

1878 – 1946

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ler comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 19 de Outubro de 2011

Recordando... Maria Eugénia Cunhal

QUANDO VIERES

 

Encontrarás tudo como quando partiste.
A mãe bordará a um canto da sala...
Apenas os cabelos mais brancos
E o olhar mais cansado.
O pai fumará o cigarro depois do jantar
E lerá o jornal.
Quando vieres
Só não encontrarás aquela menina de saias curtas
E cabelos entrançados
Que deixaste um dia.
Mas os meus filhos brincarão nos teus joelhos
Como se te tivessem sempre conhecido.
Quando vieres
nenhum de nós dirá nada
mas a mãe largará o bordado
o pai largará o jornal
as crianças os brinquedos
e abriremos para ti os nossos corações.
Pois quando tu vieres
Não és só tu que vens
É todo um mundo novo que despontará lá fora
Quando vieres.

 

In “Silêncio de Vidro”

Editorial Escritor

 

Maria Eugénia Cunhal

N. 1927

 

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

Recordando... Albano Martins

ENTARDECER NA PRAIA DA LUZ

Espreguiçados, os ramos
das palmeiras filtram
a luz que sobra
do dia. É já noite
nas folhas. O branco
das paredes recolhe
o sangue e o vinho
das buganvílias
e hibiscos. Bebe-os
de um trago: saberás
que, mais do que cegueira, a noite
é uma embriaguez perfeita.


In “Castália e Outros Poemas”
Editora Campo das Letras

 

Albano Martins

N. 1930

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Sexta-feira, 7 de Outubro de 2011

Recordando... Guerra Junqueiro

OS POBREZINHOS

 

Pobres de pobres são pobrezinhos,

Almas sem lares, aves sem ninho...

 

Passam em bandos, em alcateias,

Pelas herdades, pelas aldeias.

 

É em Novembro, rugem procelas...

Deus nos acuda, nos livre delas!

 

Vêm por desertos, por estevais,

Mantas aos ombros, grandes bornais.

 

Como farrapos, coisas sombrias,

Trapos levados nas ventanias...

 

Filhos de Cristo, filhos de Adão,

Buscam no mundo côdeas de pão!

 

Há-os ceguinhos, em treva densa,

D’olhos fechados desde nascença

 

Há-os com f’ridas esburacadas,

Roxas de lírios, já gangrenadas.

 

Uns de voz rouca, grandes bordões,

Quem sabe lá se serão ladrões!...

 

Outros humildes, riso magoado,

Lembram Jesus que ande disfarçado...

 

Enjeitadinhos, rotos, sem pão,

Tremem maleitas d’olhos no chão...

 

Campos e vinhas!... hortas com flores!...

Ai, que ditosos os lavradores!

 

Olha, fumegam tectos e lares...

Fumo tão lindo!... branco nos ares!...

 

Batem às portas, erguem-se as mães,

Choram meninos, ladram os cães...

 

Rezam e cantam, levam a esmola,

Vinho no bucho, pão na sacola.

 

Fruto da horta, caldo ou toucinho,

Dão sempre os pobres a um pobrezinho.

 

Um que tem chagas, velho coitado,

Quer ligaduras ou mel-rosado.

 

Outro, promessa feita a Maria,

Deitam-lhe azeite na almotolia.

 

Pelos alpendres, pelos currais,

Dormem deitados como animais.

 

Em caravanas, em alcateias,

Vão por herdades, vão por aldeias...

 

Sabem cantigas, oraçõezinhas,

Contos d’estrelas, rei e rainhas....

 

Choram cantando, penam rezando,

Ai, só a morte sabe até quando!

 

Mas no outro mundo Deus lhes prepara

Leito o mais alvo, ceia a mais rara...

 

Os pés doridos lhos lavarão

Santos e santas, com devoção!

 

Para lavá-los perfumaria

Em gomil d’ouro, d’ouro a bacia,

 

E embalsamados, transfigurados,

Túnicas brancas, como em noivados,

 

Viverão sempre na eterna luz

Pobres benditos, amem, Jesus!...

 

 

In "Os Simples"

 

Guerra Junqueiro

1850 – 1923

 

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ler comentários (4) | favorito
Sábado, 1 de Outubro de 2011

Recordando... Alberto Pereira

O HOMEM CAÍDO


Alugam-se quartos na memória.
Os neurónios mobilados
com pensamentos carnívoros,
babam máscaras
na castração mental.
Rangem aflições
no metropolitano cardíaco,
chegam carruagens ácidas
ao apeadeiro corporal.
Nas veias descem cicatrizes
decotadas de madrugada
e os homens caídos
rendilham o sangue sulcados na desolação.


In "O Áspero Hálito Do Amanhã"

Edium Editores

 

Alberto Pereira

N. 1970

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ler comentários (1) | favorito

.Eu

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Visitas desde Agosto.2008


contador de visitas gratis

.Ano XI

.Estão neste momento...

.posts recentes

. Recordando... Edmundo de ...

. Recordando... Célia Moura

. Recordando... Pedro Homem...

. Recordando... Afonso Lope...

. Recordando... Nuno Júdice

. Recordando... Luís Filipe...

. Recordando... Políbio Gom...

. Recordando... Gastão Cruz

. Recordando... António Lad...

. Recordando... Eugénio de ...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds