Sábado, 28 de Novembro de 2009

Recordando... Fiama Hasse Pais Brandão... Poetisa do Séc. XX

PERGUNTAI AO MURO

 

Muro, em que meditas,

ao longo da estrada, por estas quintas,

casas, ermos, entre paixões

de alma dos espectros

presentes e vindouros? E os vivos,

porque se escondem

por trás da tua fronte alta,

quieta, seca, que cobiça os astros,

sem saber que o teu corpo

de xisto corre, avança,

mas não pode soltar-se da Terra

e alcançar o Alto?

 

 

In “As Fábulas”

Edições Quasi

 

Fiama Hasse Pais Brandão

1938 – 2007

 

 

sinto-me: Radiante Sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Terça-feira, 24 de Novembro de 2009

Recordando... Alberto de Serpa... Poeta do Séc. XX

RIQUEZA

 

Por parques e praças,

Ruas e travessas,

Tu, meu olhar, caças

A vida. E tropeças.

 

Uma gargalhada

Vem dum par contente. 

Guarda-a bem guardada,

Mas caminha em frente.

 

Surgem-te sorrisos

Dum e de outro lado.

Não faças juízos

Rápidos. Cuidado!

 

Uma face grave

Nada te revela?

Talvez a dor cave,

Só mais tarde, nela.

 

Num choro, num grito,

Pressentes a dor?

E quedas, aflito.

Seque, por favor!

 

Seque, bem aberto

Para cada canto!

Olha o desconcerto

Que parece tanto!

 

Corre, olhar, em roda!

O que me intimida?

A vida? Só toda

Pode amar-se, a vida.

 

 

In “Rua” – 1945

 

Alberto de Serpa

1906 – 1992

 

 

 

 

sinto-me: Radiante Sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Recordando... Adolfo Casais Monteiro... Poeta do Séc. XX

A PALAVRA IMPOSSÍVEL

           

Deram-me o silêncio para eu guardar dentro de mim

A vida que não se troca por palavras.

Deram-mo para eu guardar dentro de mim

As vozes que só em mim são verdadeiras.

Deram-mo para eu guardar dentro de mim

A impossível palavra da verdade.

 

Deram-me o silêncio como uma palavra impossível,

Nua e clara como o fulgor duma lâmina invencível,

Para eu guardar dentro de mim,

Para eu ignorar dentro de mim

A única palavra sem disfarce –

A Palavra que nunca se profere.

 

 

“Noite Aberta aos Quatro Ventos” – 1943

 

 

In “Líricas Portuguesas”
Portugália Editora

 

Adolfo Casais Monteiro

1908 – 1972

 

sinto-me: Radiante Sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Segunda-feira, 16 de Novembro de 2009

Recordando... Natália Correia... Poetisa do Séc. XX

O SOL NAS NOITES E O LUAR NOS DIAS

 

De amor nada mais resta que um Outubro
e quanto mais amada mais desisto:
quanto mais tu me despes mais me cubro
e quanto mais me escondo mais me avisto.

E sei que mais te enleio e te deslumbro
porque se mais me ofusco mais existo.
Por dentro me ilumino, sol oculto,
por fora te ajoelho, corpo místico.

Não me acordes. Estou morta na quermesse
dos teus beijos. Etérea, a minha espécie
nem teus zelos amantes a demovem.

Mas quanto mais em nuvem me desfaço
mais de terra e de fogo é o abraço
com que na carne queres reter-me jovem.

 

 

In “Poesia Completa”

Publicações Dom Quixote

 

Natália Correia

1923 – 1993

 

sinto-me: Radiante Sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Quinta-feira, 12 de Novembro de 2009

Recordando... Pedro Homem de Mello... Poeta do Séc. XX

OS POETAS

 

Nunca os vistes,
Sentados nos cafés que há na cidade,
Um livro aberto sobre a mesa e tristes,
Incógnitos, sem oiro e sem idade?

Com magros dedos, coroando a fronte,
Sugerem o nostálgico sentido
De quem rasgasse um pouco de horizonte
Proibido...

Fingem de reis da Terra e do Oceano
(E filhos são legítimos do vício!)
Tudo o que neles nos pareça humano
É fogo de artifício.

Por vezes fecham-lhes as portas
- Ódio que a nada se resume -
Voltam depois, a horas mortas,
Sem um queixume.

E mostram sempre novos laivos
De poesia em seu olhar...

Adolescentes! Afastai-vos
Quando algum deles vos fitar!


(O Rapaz da Camisola Verde – 1954)

 

In “Poesias Escolhidas”

Imprensa Nacional – Casa da Moeda – 1983

 

Pedro Homem de Mello

1904 – 1984

 

 

 

sinto-me: Radiante Sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ler comentários (1) | favorito
Domingo, 8 de Novembro de 2009

Recordando... David Mourão-Ferreira... Poeta do Séc. XX

PRAIA DO PARAÍSO

 

Era a primeira vez que nus os nossos corpos
apesar da penumbra à vontade se olhavam

Surpresos de saber que tinham tantos olhos
que podiam ser luz de tantos candelabros

Era a primeira vez cerrados os estores
só rumor do mar permanecera em casa

E sabias a sal, e cheiravas a limos
que tivessem ouvido o canto das cigarras

Havia mais que céu no céu do teu sorriso
madrugava de tudo em tudo que sonhavas

Em teus braços tocar era tocar os ramos
que estremecem ao sol desde que o mundo é mundo

É preciso afinal chegar aos cinquenta anos
para se ver aos vinte é que se teve tudo.

 

In “O Algarve em Poemas”

Edições ASA

David Mourão-Ferreira

1927 – 1996

 

sinto-me: Radiante Sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Recordando... Luiza Neto Jorge... Poetisa do Séc. XX

O POEMA ENSINA A CAIR

 

O poema ensina a cair
sobre os vários solos
desde perder o chão repentino sob os pés
como se perde os sentidos numa
queda de amor, ao encontro
do cabo onde a terra abate e
a fecunda ausência excede

 

até à queda vinda
da lenta volúpia de cair,
quando a face atinge o solo
numa curva delgada subtil
uma vénia a ninguém de especial
ou especialmente a nós uma homenagem
póstuma.

 

 

In "Poesia"

Assírio & Alvim

 

Luiza Neto Jorge

1939-1989

 

sinto-me: Radiante Sempre...
publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito

.Eu

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Visitas desde Agosto.2008


contador de visitas gratis

.Ano XI

.Estão neste momento...

.posts recentes

. Recordando... Glória de S...

. Recordando... Carlos de O...

. Recordando... Américo Cor...

. Recordando... Vítor Nogue...

. Recordando... Ana Luísa A...

. Recordando... Guerra Junq...

. Recordando... Fernando Ec...

. Recordando... António de ...

. Recordando... Agostinho d...

. Recordando... Vitorino Ne...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds